POESIAS, CULTURA, INFORMAÇÕES E ASSUNTOS C.C.B. BRASIL, MUNDO

Usuário Online

contador de usuários online grátis
01
Nov 12

 

 
 
KAIOWÁS/ INDIOS/SUICIDO

ÍNDIOS GUARANI-KAIOWÁ ANUNCIAM MORTE COLETIVA NO MATO GROSSO DO SUL! COMPARTILHEM E FAÇAM ISSO CHEGAR AO MÁXIMO DE PESSOAS POSSÍVEL!!!

 

Uma carta assinada pelos líderes indígenas da aldeia Guarani-Kaiowá, do Mato Grosso do Sul, e remetida ao Conselho Indigenista Missionário (CIMI), anuncia a morte coletiva de 170 homens, mulheres e crianças se a Justiça Federal mandar retirar o grupo da Fazenda Ca

mbará, onde estão acampados provisoriamente às margens do rio Hovy, no município de Naviraí. Os índios pedem há vários anos a demarcação das suas terras tradicionais, hoje ocupadas por fazendeiros e guardadas por pistoleiros. O líder do PV na Câmara, deputado Sarney Filho (MA), enviou carta ao ministro da Justiça pedindo providências para evitar a tragédia.

 

Leia a íntegra da carta dos índios ao CIMI:

 

Carta da comunidade Guarani-Kaiowá de Pyelito Kue/Mbarakay-Iguatemi-MS para o Governo e Justiça do Brasil

 

Nós (50 homens, 50 mulheres e 70 crianças) comunidades Guarani-Kaiowá originárias de tekoha Pyelito kue/Mbrakay, viemos através desta carta apresentar a nossa situação histórica e decisão definitiva diante de da ordem de despacho expressado pela Justiça Federal de Navirai-MS, conforme o processo nº 0000032-87.2012.4.03.6006, do dia 29 de setembro de 2012. Recebemos a informação de que nossa comunidade logo será atacada, violentada e expulsa da margem do rio pela própria Justiça Federal, de Navirai-MS.

 

Assim, fica evidente para nós, que a própria ação da Justiça Federal gera e aumenta as violências contra as nossas vidas, ignorando os nossos direitos de sobreviver à margem do rio Hovy e próximo de nosso território tradicional Pyelito Kue/Mbarakay. Entendemos claramente que esta decisão da Justiça Federal de Navirai-MS é parte da ação de genocídio e extermínio histórico ao povo indígena, nativo e autóctone do Mato Grosso do Sul, isto é, a própria ação da Justiça Federal está violentando e exterminado e as nossas vidas. Queremos deixar evidente ao Governo e Justiça Federal que por fim, já perdemos a esperança de sobreviver dignamente e sem violência em nosso território antigo, não acreditamos mais na Justiça brasileira. A quem vamos denunciar as violências praticadas contra nossas vidas? Para qual Justiça do Brasil? Se a própria Justiça Federal está gerando e alimentando violências contra nós. Nós já avaliamos a nossa situação atual e concluímos que vamos morrer todos mesmo em pouco tempo, não temos e nem teremos perspectiva de vida digna e justa tanto aqui na margem do rio quanto longe daqui. Estamos aqui acampados a 50 metros do rio Hovy onde já ocorreram quatro mortes, sendo duas por meio de suicídio e duas em decorrência de espancamento e tortura de pistoleiros das fazendas.

 

Moramos na margem do rio Hovy há mais de um ano e estamos sem nenhuma assistência, isolados, cercado de pistoleiros e resistimos até hoje. Comemos comida uma vez por dia. Passamos tudo isso para recuperar o nosso território antigo Pyleito Kue/Mbarakay. De fato, sabemos muito bem que no centro desse nosso território antigo estão enterrados vários os nossos avôs, avós, bisavôs e bisavós, ali estão os cemitérios de todos nossos antepassados.

 Cientes desse fato histórico, nós já vamos e queremos ser mortos e enterrados junto aos nossos antepassados aqui mesmo onde estamos hoje, por isso, pedimos ao Governo e Justiça Federal para não decretar a ordem de despejo/expulsão, mas solicitamos para decretar a nossa morte coletiva e para enterrar nós todos aqui.

 

Pedimos, de uma vez por todas, para decretar a nossa dizimação e extinção total, além de enviar vários tratores para cavar um grande buraco para jogar e enterrar os nossos corpos. Esse é nosso pedido aos juízes federais. Já aguardamos esta decisão da Justiça Federal. Decretem a nossa morte coletiva Guarani e Kaiowá de Pyelito Kue/Mbarakay e enterrem-nos aqui. Visto que decidimos integralmente a não sairmos daqui com vida e nem mortos.

 

Sabemos que não temos mais chance em sobreviver dignamente aqui em nosso território antigo, já sofremos muito e estamos todos massacrados e morrendo em ritmo acelerado. Sabemos que seremos expulsos daqui da margem do rio pela Justiça, porém não vamos sair da margem do rio. Como um povo nativo e indígena histórico, decidimos meramente em sermos mortos coletivamente aqui. Não temos outra opção esta é a nossa última decisão unânime diante do despacho da Justiça Federal de Navirai-MS.

 

Atenciosamente, Guarani-Kaiowá de Pyelito Kue/Mbarakay

 

(Portal do Luis Nassif) Por Felipe Patury, Época

 

http://revistaepoca.globo.com/Sociedade/eliane-brum/noticia/2012/10/decretem-nossa-extincao-e-nos-enterrem-aqui.html

 

 

__________________________

 

http://www.facebook.com/photo.php?fbid=511751272177261&set=a.439566586062397.107230.435940363091686&type=1&theater

 

 

______________________________

 

NOTA SOBRE A QUESTÃO DO "SUICÍDIO" NA VISÃO GUARANI E KAIOWÁ

 http://www.facebook.com/notes/aty-guasu/por-que-os-guarani-e-kaiow%C3%A1-praticaram-e-ainda-pensam-em-praticar-o-suic%C3%

ADdio/305634716221003

 ___________________________________

 

REFLEXÃO DAS LIDERANÇAS ATY GUASU SOBRE OS VÁRIOS CONCEITOS DE "SUICÍDIO"

 

 

 http://www.facebook.com/aty.guasu/posts/307019846082490

 

 

_________________________________

 

SITUAÇAO DOS GUARANI-KAIOWÁ SERÁ TEMA DE AUDIÊNCIA DA COMISSÃO DE DIREITOS HUMANOS

 http://www12.senado.gov.br/noticias/materias/2012/10/25/situacao-dos-guarani-kaiowa-sera-tema-de-audiencia-da-comissao-de-direitos-humanos

 

 

_______________________________

 

DOCUMENTÁRIO "A SOMBRA DE UM DELÍRIO VERDE" QUE MOSTRA A LUTA DO POVO GUARANI KAIOWÁ

 

https://www.youtube.com/watch?v=2NB61WU1WfM

 

 

_____________________________________

publicado por dgaudioprocopio o Poeta às 00:06

Novembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

15

18

28
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

MAPA MUNDI
MUSICA
LIKE YOU
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO