POESIAS, CULTURA, INFORMAÇÕES E ASSUNTOS C.C.B. BRASIL, MUNDO

10
Mar 11
online
publicado por dgaudioprocopio o Poeta às 22:29

 

 

 

 

 

          MUSA DO SOL

 

 

 

Se ao meu alcance estivesse,

E fosse meu o poder,

Daria  a cada uma

Um par de olhos azuis;

Vestiria-as com vestes brancas (longa):

Branco, lilás ou azul turquesa.

A tez branda!  Nem muito

Nem menos, um meio termo.

Morena suave!

Um ligeiro decote

Não muito avançado.

Cabelos castanhos, longos...

Ligeiramente ondulados

Em cascata a cobrir o busto.

Adorná-las-ia, com flores

Sobre a fronte direita

Presas aos cabelos.

Algumas menores

Por sobre os cabelos.

Deixaria que seus cabelos crescessem,

Decaíssem sobre os ombros

Até aos quadris.

Adornaria meu jardim.

Ao nascer do sol

Aos primeiros raios.

Os cabelos, um pouco esvoaçantes.

Ao sabor do vento

A brisa suave,

A doce aragem da manhã.

 

 

Os raios do sol a banhar

Os fios dourados ou castanhos

Dos cabelos...

A suavizar e a bailar.

Olhos azuis, olhos verdes.

Que o brilho dos seus olhos

Confundisse

Com o brilho do sol

A ofuscar os homens.

Dentes em marfim;

Lábios vermelhos, lábios puros...

Ao natural!

Uma beleza pura.

Sem mácula, sem maquiagem

O beija-flor e o pinta-silva

As invejariam

Sem a corrupção externa

Que estraga a beleza

Da mulher brasileira.

Essência feminina, esta

Simplesmente, mulher!

O elo perdido, musa mulher.

E me poria a contemplar

A ofuscante beleza

Da mais excelente criatura terrestre

Já concebida nesta galáxia

Se ao meu alcance estivesse...

E fosse meu o poder,

Daria a  cada uma...

Dois olhos azuis

 

 

 

 

                    D `Gáudio Procópio

FOTO: D´GÁUDIO

 

 

POEMA DO LIVRO: PORTAL DAS ALMAS Pag. 67

Reg. na B/N Nº 520794 12/02/11

publicado por dgaudioprocopio o Poeta às 10:14

Mais uma participação especial. Quero dizer: super especial, por que esta é minha filha. Futura advogada. Estudante de direito que se forma este ano pelo CEUT

 

 

Comentário de Cassia Cristina - estudante de direito/ CEUT

 

 

     Cassia Cristina     diz:

 

*A mulher do século XXI é sem dúvida uma guerreira, uma lutadora, mulher moderna que vive para o trabalho, para os filhos, para a vida, para a carreira, ou simplesmente é uma mulher independente, mas não se pode negar que toda essa conquista da mulher contemporânea se deve à luta das trabalhadoras do século passado que lutaram pelo tratamento igualitário e melhores condições de trabalho. Se temos um lugar ao sol hoje devemos a elas.

 

Cássia Cristina, 25 anos, acadêmica de Direito

 

   

publicado por dgaudioprocopio o Poeta às 01:10

Março 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9

16
17

22
24

29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
MUSICA
LIKE YOU
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO