POESIAS, CULTURA, INFORMAÇÕES E ASSUNTOS C.C.B. BRASIL, MUNDO

Usuário Online

contador de usuários online grátis
30
Out 11
FOTO:INTERNET

DECRÉPITO

 

 

Ah! Cruel velhice!

Que rouba minha vida

Enfraquece minhas fibras.

 

Quem te disse que poderias tu

Levar minha paz, minar a juventude.

 

Poderias tu, devolver minhas forças

Renovar esta face debilitada pelos anos?

 

Ainda que sejam, os anos uma dádiva!

Queria eu de volta a juventude minha.

 

Não consigo olhar ao espelho

Sem refletir a ilusão! Assombro!

 

Puta da velhice cruel!

Impossível evitar

Que venha.

D

G

Á

U

D

I

O

Procópio

publicado por dgaudioprocopio o Poeta às 11:26
tags:

Outubro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
13

16
17
18
20
21

23
24
25
26
27
28
29



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
MAPA MUNDI
MUSICA
LIKE YOU
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO