POESIAS, CULTURA, INFORMAÇÕES E ASSUNTOS C.C.B. BRASIL, MUNDO

Usuário Online

contador de usuários online grátis
24
Ago 12
IPE/PRIMAVERA/O AMANTE

O AMANTE

 

 

 

Quero ser amante de todas

Velejar em todas as mentes

Atracar em porto coração.

 

Quero ser a dor que aperta

O peito quando foge o amor,

Deixando apenas a saudade.

 

Quero tragar a lágrima que cai e

Rola na face da amante chorosa.

A dor que fica e acelera o coração.

 

Quero ser a dor chorosa do peito

A lágrima que chora a amante.

Entre eu, a saudade e a paixão.

 

 

Quero ser odor que exala a paixão

No cio da donzela que desperta o ser

O aroma que exala o sexo no êxtase.

 

No úmido da boca por um lábio esnobe,

Quero ser teu amante. Todas! Amantes!

Quero ser a anágua que cobre a pélvica.

 

Oh! Amantes gazelas!

Prostitutas, raparigas!

Donzelas juramentadas!

Prefiro as maduras.

Regidas em tom e cores

Morenas e claras.

Um jambo.

Não muito pardas

 Nem muito alvas.

 

Amantes! Todas!

Todas amantes!

Raparigas!

Quero ser de todas elas a poesia.

A nostalgia.

A saudade de todas.

A dor que as fazem chorar.

Quero ser a poesia.

Quero ser o amor.

O amante.

 

 

 

 

D`Gáudio Procópio

 

 

Esperantina  22/06/12 -  08:00hm

 
publicado por dgaudioprocopio o Poeta às 00:30

Agosto 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

13

19
21
22
23

26
27
28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
MAPA MUNDI
MUSICA
LIKE YOU
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO