POESIAS, CULTURA, INFORMAÇÕES E ASSUNTOS C.C.B. BRASIL, MUNDO

Usuário Online

contador de usuários online grátis
22
Out 12
TESINA CIDADE DOS POETAS

 

 

 

DESLUMBRANTE DESEJO

 

 

Antes que a dor finalize e extravase a alma

Deixarei de amar esta agonia lenta inglória

Mesmo que a vida flutue com valsas floridas

Decantando este ser decrépito que clama.

 

 

E o que é o amor nesta suma insuflária sina

Onde o vento sopra as folhagens insalubres?

De certo que vossa alma chora a dor lasciva

E o cheiro do amor impregna suaves odores.

 

Ao néctar da flor indolor das virgens emanam

Tão suaves e sensíveis sussurros do sereno;

Castos e vastos desencantos embrionários.

 

Esbranquiçado pela pureza da inocência em:

Véu de fel, doce sabor, primário e prismático

Proveniente do expectar amoroso sensorial.

 

 

 

DGaudio Procopio

publicado por dgaudioprocopio o Poeta às 09:36

Outubro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11

15
16
18
20

23
24
25
26

28
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
MAPA MUNDI
MUSICA
LIKE YOU
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO