POESIAS, CULTURA, INFORMAÇÕES E ASSUNTOS C.C.B. BRASIL, MUNDO

Usuário Online

contador de usuários online grátis
01
Nov 12
LANÇAMENTO/DGAUDIO/2013

 

  QUE SERÁ DE NÓS?

 

 

 

 

Às vezes penso que sou,

Mas logo percebo que não...

Visto que o ilusório imaterial...

 

Às vezes penso no amanhã,

Mas logo desisto de tudo...

Já que o hoje não findou...

 

Para que pensar no amanhã?

Se o hoje já é uma incerteza!

O amanhã logo será passado.

 

Para que correr no presente?

Se o futuro logo será passado.

E o passado, uma réstia de luz.

 

Viva hoje e morra amanhã! E...

E depois não haverá sepultura

Não haverá mais a lembrança.

 

Nem um vestígio que seja

Um lamento ou pensamento   

Nem mesmo uma melodia.

     

Onde for cova, será estrado!

Onde era túmulo, será esterco

Onde antes era alma, só vazio.

 

E todos pisarão sobre as covas

Passarão por cima dos túmulos

E quem se importará com isso?

 

 

O presente logo será passado

O futuro? Presente inconstante!

E o passado logo será esquecido.

 

 

Pra que pensar no futuro?

Se o futuro logo será passado

E o presente? Bem... Deixa pra lá!

 

O presente logo será passado

E o passado será esquecido

Já o futuro, logo será presente.

 

 

Então; pra que a pressa?

Se tudo virá a seu tempo.

Viva hoje. Morra amanhã!

 

 

 

 

D`Gáudio  Procópio

publicado por dgaudioprocopio o Poeta às 09:43

 

NOVEMBRO/DGAUDIO

 

 

ÁGUAS CORRENTES

 

 

Me joguem nas águas

Em águas profundas

 

Me joguem nas águas

Em águas de um rio

Que seja profundo

 

 

Me joguem nas águas

Em águas profundas

Que seja um rio

De águas correntes

 

Me joguem nas águas

Nas águas do rio

Que seja corrente

E deságüe no mar

 

Me deixem no mar

Ao som do embalar

Das ondas do mar

 

Me deixem no mar

Para o sonho voar

 

Me deixem no mar

Que o mar levará

O sonho da lira

 

Me deixem no mar...

Me deixem nas águas...

 

 

 

 

    D`Gáudio  Procópio

publicado por dgaudioprocopio o Poeta às 09:13
tags:

MUSAS DO SERTAO

 

 

FLOR DO SERTÃO

(A poetisa)

 

Flor do sertão que chora e desabrocha

Sob a luz do sol e ao calor da tormenta

Muito embora versejes na lida fomenta

Sem que saibas ou querer vem e afloras.

 

Olhar do sertão com os olhos sertanejos

Imbuída de uma forte visão em desejos

Em mãos e nas mãos tão boa disposição

Desbravar os sertões com certa emoção.

 

Disposta e oposta às versões machistas

Propõe e impõe os propósitos de mulher

Enveredando a trilha de sina jornalística

Com os sonhos de uma mulher se quer.

 

Não é uma poetisa! É uma jornalista

Mas bem poderia se tornar

Uma poetisa dos sertões

Em prosas e versos

Rimas poéticas

A poetisa

De fato!

Do

S

E

R

T

Ã

O

  Paula Andréas

 

 

 

 

 

 

 

 

D`Gáudio Procópio

 

publicado por dgaudioprocopio o Poeta às 00:34
tags:

 

 
 
KAIOWÁS/ INDIOS/SUICIDO

ÍNDIOS GUARANI-KAIOWÁ ANUNCIAM MORTE COLETIVA NO MATO GROSSO DO SUL! COMPARTILHEM E FAÇAM ISSO CHEGAR AO MÁXIMO DE PESSOAS POSSÍVEL!!!

 

Uma carta assinada pelos líderes indígenas da aldeia Guarani-Kaiowá, do Mato Grosso do Sul, e remetida ao Conselho Indigenista Missionário (CIMI), anuncia a morte coletiva de 170 homens, mulheres e crianças se a Justiça Federal mandar retirar o grupo da Fazenda Ca

mbará, onde estão acampados provisoriamente às margens do rio Hovy, no município de Naviraí. Os índios pedem há vários anos a demarcação das suas terras tradicionais, hoje ocupadas por fazendeiros e guardadas por pistoleiros. O líder do PV na Câmara, deputado Sarney Filho (MA), enviou carta ao ministro da Justiça pedindo providências para evitar a tragédia.

 

Leia a íntegra da carta dos índios ao CIMI:

 

Carta da comunidade Guarani-Kaiowá de Pyelito Kue/Mbarakay-Iguatemi-MS para o Governo e Justiça do Brasil

 

Nós (50 homens, 50 mulheres e 70 crianças) comunidades Guarani-Kaiowá originárias de tekoha Pyelito kue/Mbrakay, viemos através desta carta apresentar a nossa situação histórica e decisão definitiva diante de da ordem de despacho expressado pela Justiça Federal de Navirai-MS, conforme o processo nº 0000032-87.2012.4.03.6006, do dia 29 de setembro de 2012. Recebemos a informação de que nossa comunidade logo será atacada, violentada e expulsa da margem do rio pela própria Justiça Federal, de Navirai-MS.

 

Assim, fica evidente para nós, que a própria ação da Justiça Federal gera e aumenta as violências contra as nossas vidas, ignorando os nossos direitos de sobreviver à margem do rio Hovy e próximo de nosso território tradicional Pyelito Kue/Mbarakay. Entendemos claramente que esta decisão da Justiça Federal de Navirai-MS é parte da ação de genocídio e extermínio histórico ao povo indígena, nativo e autóctone do Mato Grosso do Sul, isto é, a própria ação da Justiça Federal está violentando e exterminado e as nossas vidas. Queremos deixar evidente ao Governo e Justiça Federal que por fim, já perdemos a esperança de sobreviver dignamente e sem violência em nosso território antigo, não acreditamos mais na Justiça brasileira. A quem vamos denunciar as violências praticadas contra nossas vidas? Para qual Justiça do Brasil? Se a própria Justiça Federal está gerando e alimentando violências contra nós. Nós já avaliamos a nossa situação atual e concluímos que vamos morrer todos mesmo em pouco tempo, não temos e nem teremos perspectiva de vida digna e justa tanto aqui na margem do rio quanto longe daqui. Estamos aqui acampados a 50 metros do rio Hovy onde já ocorreram quatro mortes, sendo duas por meio de suicídio e duas em decorrência de espancamento e tortura de pistoleiros das fazendas.

 

Moramos na margem do rio Hovy há mais de um ano e estamos sem nenhuma assistência, isolados, cercado de pistoleiros e resistimos até hoje. Comemos comida uma vez por dia. Passamos tudo isso para recuperar o nosso território antigo Pyleito Kue/Mbarakay. De fato, sabemos muito bem que no centro desse nosso território antigo estão enterrados vários os nossos avôs, avós, bisavôs e bisavós, ali estão os cemitérios de todos nossos antepassados.

 Cientes desse fato histórico, nós já vamos e queremos ser mortos e enterrados junto aos nossos antepassados aqui mesmo onde estamos hoje, por isso, pedimos ao Governo e Justiça Federal para não decretar a ordem de despejo/expulsão, mas solicitamos para decretar a nossa morte coletiva e para enterrar nós todos aqui.

 

Pedimos, de uma vez por todas, para decretar a nossa dizimação e extinção total, além de enviar vários tratores para cavar um grande buraco para jogar e enterrar os nossos corpos. Esse é nosso pedido aos juízes federais. Já aguardamos esta decisão da Justiça Federal. Decretem a nossa morte coletiva Guarani e Kaiowá de Pyelito Kue/Mbarakay e enterrem-nos aqui. Visto que decidimos integralmente a não sairmos daqui com vida e nem mortos.

 

Sabemos que não temos mais chance em sobreviver dignamente aqui em nosso território antigo, já sofremos muito e estamos todos massacrados e morrendo em ritmo acelerado. Sabemos que seremos expulsos daqui da margem do rio pela Justiça, porém não vamos sair da margem do rio. Como um povo nativo e indígena histórico, decidimos meramente em sermos mortos coletivamente aqui. Não temos outra opção esta é a nossa última decisão unânime diante do despacho da Justiça Federal de Navirai-MS.

 

Atenciosamente, Guarani-Kaiowá de Pyelito Kue/Mbarakay

 

(Portal do Luis Nassif) Por Felipe Patury, Época

 

http://revistaepoca.globo.com/Sociedade/eliane-brum/noticia/2012/10/decretem-nossa-extincao-e-nos-enterrem-aqui.html

 

 

__________________________

 

http://www.facebook.com/photo.php?fbid=511751272177261&set=a.439566586062397.107230.435940363091686&type=1&theater

 

 

______________________________

 

NOTA SOBRE A QUESTÃO DO "SUICÍDIO" NA VISÃO GUARANI E KAIOWÁ

 http://www.facebook.com/notes/aty-guasu/por-que-os-guarani-e-kaiow%C3%A1-praticaram-e-ainda-pensam-em-praticar-o-suic%C3%

ADdio/305634716221003

 ___________________________________

 

REFLEXÃO DAS LIDERANÇAS ATY GUASU SOBRE OS VÁRIOS CONCEITOS DE "SUICÍDIO"

 

 

 http://www.facebook.com/aty.guasu/posts/307019846082490

 

 

_________________________________

 

SITUAÇAO DOS GUARANI-KAIOWÁ SERÁ TEMA DE AUDIÊNCIA DA COMISSÃO DE DIREITOS HUMANOS

 http://www12.senado.gov.br/noticias/materias/2012/10/25/situacao-dos-guarani-kaiowa-sera-tema-de-audiencia-da-comissao-de-direitos-humanos

 

 

_______________________________

 

DOCUMENTÁRIO "A SOMBRA DE UM DELÍRIO VERDE" QUE MOSTRA A LUTA DO POVO GUARANI KAIOWÁ

 

https://www.youtube.com/watch?v=2NB61WU1WfM

 

 

_____________________________________

publicado por dgaudioprocopio o Poeta às 00:06

Novembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

15

18

28
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
MAPA MUNDI
MUSICA
LIKE YOU
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO