Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

FDG - FEITOPORDGAUDIO

CORPO & USO, UM POUCO DE TUDO; POESIAS, CULTURA E MODA

FDG - FEITOPORDGAUDIO

CORPO & USO, UM POUCO DE TUDO; POESIAS, CULTURA E MODA

28.05.14

COMO DEFINIR UM CANGACEIRO


dgaudioprocopio o Poeta

                                      

COMO DEFINIR UM CANGACEIRO/CATANÃ/CANGACEIROS

                                                                                                

 

                                                                                                 

COMO DEFINIR UM CANGACEIRO?

QUAIS AS CARACTERÍSTICAS TÍPICAS?

 

 

As características que definem um cangaceiro e que enquadram uma pessoa nesse grupo de revolucionários que assolou o Nordeste brasileiro no fim do século XIX e início do século XX com suas ações de violências e luta por uma causa revolucionária que tinha como base de sustentação: justiça, vingança, luta pela posse de terras desemprego, escassez de alimentos e principalmente pela falta de cidadania a que eram submetidos os lavradores e menos favorecidos de bens materiais os quais eram obrigados a subjugarem-se aos poderosos e coronéis, ricos latifundiários que mandavam e desmandavam no sertão.

 

 

28.05.14

ZERO HORA


dgaudioprocopio o Poeta

POEMA/ZERO HORA

ZERO HORA

 

Já passa da meia noite...

O sono tirou uma licença,

Mas deixou em seu lugar

A fria melancolia insípida.

 

Em um espesso nevoeiro

Mergulha esta alma aflita

Que divaga e vaga vazia

Entre demência e o feito.

 

Zero hora e quarenta e um...

Que importância tem a ti?

Onde inebria a alma em si

Num vale deserto para um?

 

De sonhos e visões espectrais

Atormentadas por insônias

Onde beira a demência lírica:

Contos tristes, em sinfonias.

 

Pouco importa a escuridão

Em que vagas tua insólita

Ironia em devassidão contida

Entre desejos e posta solidão.

 

Já passa da meia noite ó ébrio!

Pois ébrios são os teus delírios

Em sombras nefastas bem frias

Duma noite de calafrios pós dia.

 

D Gáudio Procópio