POESIAS, CULTURA, INFORMAÇÕES E ASSUNTOS C.C.B. BRASIL, MUNDO

13
Abr 15

VISITA BLOG.PNG

visita2.PNG

 

publicado por dgaudioprocopio o Poeta às 01:52

01
Abr 15

tia lu 2.jpg

 

BALADA PARA LÚ*

 

     (O CANTO DE LUZIA)

 

Lá vai Luzia, com seu canto enevoado,

Lá vai Luzia, com seus sonhos de Hera.

Lá vai donzela sob o sonho encantado.

Lá vem a bruma para levar a quimera!

 

 

Lá vai Luzia, pelas ruas e pela senda onde poucos andariam,

Por seus muitos desafios, entre a vida e a luta para onde iria?

Por que andariam? Se aos homens bem poucos importariam?

Lá vai Luzia, porque o tempo não descansa nem a impediria.

Fez-se o eco no silêncio, da voz que ressoava, em pura magia,

Enigmaticamente, postara à eternidade demandas destemidas

Em mãos e por mãos, com calos e escritas, na voz a melodia:

Lá vai Luzia, pelas ruas e pela senda onde poucos andariam.

 

 

No ressoar das clarinetas e o ribombar dos tamborins, o canto:

Duma jovem Joana D`Arc, donzela enevoada em risos e lírios,

Dum canto e encanto em contágios inebriantes com seu manto:

Aurífero em semblante límpido com toque de encanto e delírio.

Assim, vereis todos com olhos lacrimejados por dias em prantos.

Mas, tereis eternamente uma nostálgica lembrança de um vazio,

Que preenchido será nunca, jamais: o vazio da Tia Lú. Encanto.

No ressoar das clarinetas e o ribombar dos tamborins, o canto.

 

 

E assim se vai Luzia! Assim vai tia Lú, para uma senda de luz,

Deixando um rastilho de luta, envolto em nostálgica simbologia,

Reflexo de vida dedicada a sina de mulher guerreira que seduz.

Será sua luta a esperança mitológica para os que correm no dia.

Lá vai Luzia! Lá vai tia Lú! Para sempre será nossa querida Luz,

Entoarás em canto breve e lírico uma celeste melodia inebriante,

Dum tempo que não voltará em nossos corações ainda carente.

E assim se vai Luzia! Assim vai tia Lú, para uma senda de luz,

 

Lá vai Luzia, com seu canto enevoado,

Lá vai Luzia com seus sonhos de Hera.

Lá vai donzela sob o sonho encantado.

Lá vem a bruma para levar a quimera!

 

 

D Gáudio Procópio

 

The, 31 de março de 2015.

*Dedicado à Luzia Teixeira Silva 18/09/1968 / 18/03/2015

 

publicado por dgaudioprocopio o Poeta às 01:13

Abril 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO