POESIAS, CULTURA, INFORMAÇÕES E ASSUNTOS C.C.B. BRASIL, MUNDO

12
Ago 12

A FOLHA SECA

 

Oh! Não me pise,

Não me chute!

AME/ ENQUANTO HÁ TEMPO

Não amasse

Não me queime!

Já fui verde

Já tive vida!

 

Hoje seca ontem verde.

Folha seca que hoje vaga

Jogada ao vento e atoa:

Mas ainda existo face terra

Resistindo em términos dias.

 

 

Quando viva ainda verde

Balançava livre e viva

Desfrutava aragem límpida!

Ouvia cânticos e gorjeios

Sobre mim pousavam aves

Sob o céu que trovejava

Quando bem refrigerava

O meu verde natural,

Que delícia era a vida!

 

Hoje seca! Hoje morta!

Estrado e piso só restaram!

Triste fim a uma folha verde.

 

 

 

D`Gáudio Procópio

publicado por dgaudioprocopio o Poeta às 18:47
tags:

Agosto 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

13

19
21
22
23

26
27
28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO