POESIAS, CULTURA, INFORMAÇÕES E ASSUNTOS C.C.B. BRASIL, MUNDO

Usuário Online

contador de usuários online grátis
18
Ago 12
AMOR SEM PRECONCEITO

BOCA NUA

 

 

Com tuas vestes em desalinho e cisma da orgia

Impregnada pelo odor do sexo e em murmúrios.

Assopra o hálito cálido tua boca nua em sintonia

Com teus ardentes desejos sedutores simplórios.

 

Vestida em escarlate geme alma devassa e fria

Pelos muitos prazeres em fel de néctar púrpuro

Em seio tenso e denso de sonho e dor! Impuro!

E de muitas glórias tuas em torpe sanha infâmia!

 

Com boca nua depravada e orgia divaga a mente

Pelos vãos da porta infame o véu, devoluta puta!

Praguejas injúrias ó linda puta de lábios quente!

Por muitos percalços de um corpo em suma luta.

 

Praguejas injúrias e infâmias em boca nua e sórdida

Mas escala o ego prazeroso do deleite amadurecido

Em cama dormida amanhecida noite folia de vadia!

 

Em boca nua torpe devassa, pálida sensatez vertente,

De orgia e noite amada em clímax: prazer total, suor:

De um amor infame amargo findo sonho: deleites vis.

 

 

D`Gáudio Procópio

 

 

 

 

 

 

publicado por dgaudioprocopio o Poeta às 14:38

Agosto 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

13

19
21
22
23

26
27
28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

MAPA MUNDI
MUSICA
LIKE YOU
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO