POESIAS, CULTURA, INFORMAÇÕES E ASSUNTOS C.C.B. BRASIL, MUNDO

Usuário Online

contador de usuários online grátis
18
Ago 12
AMOR SEM PRECONCEITO

BOCA NUA

 

 

Com tuas vestes em desalinho e cisma da orgia

Impregnada pelo odor do sexo e em murmúrios.

Assopra o hálito cálido tua boca nua em sintonia

Com teus ardentes desejos sedutores simplórios.

 

Vestida em escarlate geme alma devassa e fria

Pelos muitos prazeres em fel de néctar púrpuro

Em seio tenso e denso de sonho e dor! Impuro!

E de muitas glórias tuas em torpe sanha infâmia!

 

Com boca nua depravada e orgia divaga a mente

Pelos vãos da porta infame o véu, devoluta puta!

Praguejas injúrias ó linda puta de lábios quente!

Por muitos percalços de um corpo em suma luta.

 

Praguejas injúrias e infâmias em boca nua e sórdida

Mas escala o ego prazeroso do deleite amadurecido

Em cama dormida amanhecida noite folia de vadia!

 

Em boca nua torpe devassa, pálida sensatez vertente,

De orgia e noite amada em clímax: prazer total, suor:

De um amor infame amargo findo sonho: deleites vis.

 

 

D`Gáudio Procópio

 

 

 

 

 

 

publicado por dgaudioprocopio o Poeta às 14:38

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Agosto 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

13

19
21
22
23

26
27
28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
MAPA MUNDI
MUSICA
LIKE YOU
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO