POESIAS, CULTURA, INFORMAÇÕES E ASSUNTOS C.C.B. BRASIL, MUNDO

Usuário Online

contador de usuários online grátis
18
Ago 12

 

BEIJAR NA BOCA

 

Beijar na boca: é acender a chama, atiçar a sanha

Enfurecer o ego maltratar o verbo detonar o cético

Beijar na boca: é fugir do sério para ficar patético

Retardar o cérebro enlouquecer o ébrio e a gana.

 

Beijar na boca é colher o fruto e lamber os beiços

Entranhar a manha degustar a língua e lambuzar!

Afagar a dama detonar o tédio arregalar o peito

Fluir o vício e esquentar o sangue: ao extravasar!

 

Beijar na boca é morrer mil vezes, despertar além!

Versejar a lua decantar o tédio, abraçar bem: Irreal!

Hilariar a dor afogar a mágoa inebriar o vício: idem!

Sorrir a toa inalar o hálito morder a língua em labial.

 

Beijar na boca é puro néctar escarrar a ira e detonar!

Provar o fel saborear o gosto sentir sabor e deflagrar.

Enfurecer amor enganar o ego detonar o verbo: pirar!

Beijar na boca: é tudo isso! Quem não sabe, é provar.

 

Beijar na boca é transferir bactérias de boca a boca

É sofreguidão arretada, esnobando ego sorri a toda.

 

 

 

 

DGáudio Procópio

 

 

publicado por dgaudioprocopio o Poeta às 14:42
tags:

Agosto 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

13

19
21
22
23

26
27
28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

MAPA MUNDI
MUSICA
LIKE YOU
mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO